10 tipos de chá que são bons para diabetes

Quem sofre de diabetes sabe que a doença tem como principais fatores os maus hábitos alimentares e o sedentarismo (obesidade). Por conta da correria diária, muitas pessoas deixam de cuidar da alimentação e não praticam exercícios físicos, acarretando no desenvolvimento da doença.

Além do tratamento e acompanhamento médico, também existem meios naturais que auxiliam no combate da doença. Você já ouviu falar que os chás são grandes aliados na redução do diabetes? Pois é, eles são.

A seguir, nós trazemos 10 tipos de chás que são altamente benéficos para diabetes. Confira!

  1. Chá verde: Um dos chás mais receitados para as pessoas que sofrem de diabetes é o chá verde. Isso porque o chá verde conta com propriedades antioxidantes, que ajudam no combate dos radicais livres. O preparo do chá requer que a água seja fria, do contrário, o seu gosto pode ficar muito amargo.
  2. Chá de Camomila: A camomila é um grande anti-inflamatório natural, que também ajuda na prevenção das complicações do diabetes tipo 2. O seu preparo é simples, bastando acrescentar as folhas da camomila em água fervente. Com um prato, abafe o corpo e deixe agir por cerca de 10 minutos. Em seguida, coe.
  3. Chá de pata-de-vaca: O pata-de-vaca conta com uma série de propriedades, dentre elas diurética, analgésica, laxante e depurativa. Além disso, o chá também é hipoglicêmico, ajudando na diminuição dos níveis de açúcar. Ferva a água e adicione as folhas, coando em seguida.
  4. Chá de bancha: Este chá é um tipo de chá verde bastante popular no Japão, tendo ação comprovada na diminuição da glicemia. Apesar da comparação da do bancha e o chá verde, eles possuem uma sutil diferença, que é o teor de cafeína.

Isso se dá ao fato de o bancha ser preparado com as folhas mais velhas do arbusto, que conta com menos cafeína, enquanto o chá verde é rico na substância.

A ação deste benéfico chá não se dá à atuação à insulina, mas pela ação desempenhada no metabolismo da glicose. O seu extrato por sua vez incentiva as enzimas do fígado, órgão do organismo responsável por metabolizar dos carboidratos e degradá-los em glicose.

Para obter resultados mais eficazes no tratamento do diabetes, é necessário tomar uma xícara do chá sempre após as refeições. Isso porque estes são os melhores horários onde há maiores modificações nos índices de glicose.

O seu preparo consiste na fervura da água e uma colher (sopa) de bancha. Feito isso, tampe o copo, e deixe agir por um período de 5 a 10 minutos antes de servir.

  1. Chá de Carqueja: De acordo com estudos feitos com animais, foi descoberto que o chá de carqueja- tradicionalmente usada para tratar complicações do fígado – também é muito eficaz no tratamento do diabetes.

A sua indicação para o controle da doença está na alta quantidade de polifenois, compostos fitoquímicos que dificultam a oxidação das células e protegem as funcionalidades do fígado.

E, como acabamos de ver acima, um fígado saudável é indispensável para um controle adequado da glicemia sanguínea.

Para preparar o chá de carqueja, basta adicionar duas colhes (sopa) picadas em uma quantia de 500 ml de água, deixando ferver por um período de cinco minutos. Ao desligar o fogo, cubra o recipiente e deixe agir por alguns minutos. Quando o chá estiver morno, beba-o.

  1. Chá de Sálvia: A sálvia conta com uma substância conhecida como ácido rosmarínico, que age no controle da centralização de glicose na corrente sanguínea.

Através de um estudo publicado em 2011 no portal Molecular Nutrition and Food Research, um grupo de animais de laboratórios bebeu durante 15 dias, o chá de sálvia.  Após este período de duas semanas, os pesquisadores perceberam uma alta diminuição nas taxas de glicose em jejum dos animais roedores.

Também foi constatado que estes animais submetidos ao tratamento com a planta mostraram um menor aumento dos índices de açúcar na corrente sanguínea, logo depois de ingerirem alimentos ricos em carboidratos.

Para preparar o chá, basta leva um litro de água ao fogo e 2 colheres de sopa da planta. Após a fervura do líquido, desligue o fogo e deixe abafar por um período de 10 minutos. Coe e tome durante o dia.

  1. Chá preto: Outro chá recomendados aos diabéticos é o chá preto, que é produzido por meio das folhas da Camellia sinensis. A planta apresenta polissacarídeos que bloqueiam a ação de enzimas relacionadas à conversão da absorção do amido na comida.

Também é o chá preto o responsável pela grande redução nos índices de colesterol ruim e triglicérides.

Das pessoas que participaram do estudo (300.00 no total), boa parte demonstrou que o consumo de cerca de três a quatro xícaras da bebida está ligada a uma diminuição de 25% no risco do desenvolvimento da doença. Ou seja, além de ser eficaz no tratamento da doença, o chá preto também ajuda na prevenção da mesma.

O seu modo de preparo consiste em adicionar as folhas do chá preto em água fria. Assim como o chá verde, o chá preto não precisa de água fervente.

  1. Chá de Hibisco: Um dos chás naturais mais benéficos, o chá de hibisco reduz a gordura do abdome e auxilia no controle dos índices de glicose na corrente sanguínea.

Descobriu-se recentemente que o chá ajuda no controle da glicemia e também na resistência à insulina, duas características essenciais para a prevenção e tratamento da doença.

  1. Chá de canela: Como se sabe, a canela auxilia o organismo, fazendo com que ele use o açúcar, de modo que ele diminua na corrente sanguínea.

Seu preparo é simples, bastando adicionar 3 paus de canela em um litro de água, deixando ferver por 5 minutos. Ao desligar, tampe o recipiente e aguarde ficar morno. Seu consumo deve ser várias vezes ao longo do dia.

  1. Chá de melão-de-são-caetano: Chá que possui ação hipoglicemiante, ou seja, reduz a glicemia do sangue de forma natural. É só colocar 1 colher de sopa da planta em um litro de água fervente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *